Isso não é Justo

Adquira essa mensagem em MP3



Uma das coisas que as pessoas mais buscam e justiça! O mundo busca justiça, os povos buscam justiça e os homens buscam Justiça. Especialmente se tratando de liderança e discipulado essa questão é chave: Justiça! A grande questão é que estamos buscando uma coisa que nós já temos! Fomos justificados pela fé.

A justificação pela fé e paz com Deus Romanos 5:1-2

Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo; por intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus.

Muitos não tem paz com Deus porque estão buscando uma coisa que já temos! Se você busca algo que já tem nunca vai encontrar. Na verdade nossos olhos precisam ser abertos para isso. Se buscarmos uma justiça que já temos então não iremos desfrutar dela. A não ser que a justiça que buscamos seja a justiça dos homens. Existe um sentimento de débito no meio da Igreja, em especial com a liderança! Irmãos que se sentem sempre em débito com relação a Deus e em relação à Igreja. Então acontece algumas coisas que pensamos: Isso não é Justo! Estou buscando tanto.

Jeremias 29:13 – Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração.

Então eu vou fazer isso: Vou me esforçar mais! Vou buscar mais. Vou orar mais. Tudo focado em você mesmo e no que você pode fazer! Isso é a lei do merecimento. Busco logo mereço receber. Bati e a porta não se abriu. Pedi e não recebi. Onde está a justiça de Deus? As coisas então não acontecem e dai você pensa: Isso não é Justo! A Bíblia fala tanto de Justiça, mas parece que não é bem assim. A justiça de Deus está em Cristo e não naquilo que fazemos. Se a justiça está naquilo que fazemos então não é a Justiça que provem da fé!

Isso está por toda a Escritura! A questão da justiça dos homens e a justiça de Deus:

  1. Servir mais que outro

– Marta e Maria 

Lucas 10:40-42 – Marta agitava-se de um lado para outro, ocupada em muitos serviços. Então, se aproximou de Jesus e disse: Senhor, não te importas de que minha irmã tenha deixado que eu fique a servir sozinha? Ordena-lhe, pois, que venha ajudar-me. Respondeu-lhe o Senhor: Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas. Entretanto, pouco é necessário ou mesmo uma só coisa; Maria, pois, escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.

A ênfase aqui está no serviço. O foco aqui e na quantidade do que eu faço para Deus e para a Igreja. Marta estava comparando atividades! Isso não é Justo. Será a conclusão que você vai chegar. Ao ler essa história parece realmente que Marta tinha razão. Esse é o problema de quem compara atividades: a razão! Quem compara atividades sempre que ter a razão. Não olhe para o seu serviço, mas para o serviço de Cristo! Enquanto você olha para o serviço do seu irmão a conclusão será sempre a mesma: Isso não é Justo. Por que Marta não olhou para o serviço de Cristo e sim para o de Maria! Porque geralmente fazemos o mesmo. Não faça isso! Escolha olhar para Cristo e não para o seu irmão.

Filipenses 3:12-14 – Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus. Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

Resolva isso hoje em seu coração! Se você não mudar o foco vai sempre comparar obras, tarefas e atividades. Eu resolvo que não vou importar com o que o meu Irmão faça ou deixe de fazer. Vou permanecer naquilo que fui chamado para fazer. Não vou comprar obras. Vou olhar para Cristo!

1 Coríntios 7:24 – Irmãos, cada um permaneça diante de Deus naquilo em que foi chamado.

Mude o seu foco: Não olhe o trabalho do seu irmão e sim o trabalho de Cristo, a Obra Consumada da Cruz!

  1. Receber mais que outro

– Trabalhadores da Vinha 

Mateus 20:11-14 – Mas, tendo-o recebido, murmuravam contra o dono da casa, dizendo: Estes últimos trabalharam apenas uma hora; contudo, os igualaste a nós, que suportamos a fadiga e o calor do dia. Mas o proprietário, respondendo, disse a um deles: Amigo, não te faço injustiça; não combinaste comigo um denário? Toma o que é teu e vai-te; pois quero dar a este último tanto quanto a ti.

Isso não é Justo! A primeira aparente injustiça foi em relação aquilo que eu faço, mas a segunda aparente injustiça diz respeito ao que recebo por aquilo que eu fiz para Deus! Pensamentos do tipo: “Eu trabalho mais então recebo mais. Eu começo mais cedo então devo receber primeiro”. Isso funciona muito bem, mas não no Reino de Deus. “Igualdade, Liberdade e Fraternidade”. Esse é o lema da revolução francesa e não do Evangelho. Eu sei que você acha que igualdade e sinônimo de justiça, mas nem sempre o e.

Lucas 12:13-14 – Jesus reprova a avareza

Nesse ponto, um homem que estava no meio da multidão lhe falou: Mestre, ordena a meu irmão que reparta comigo a herança. Mas Jesus lhe respondeu: Homem, quem me constituiu juiz ou partidor entre vós?

Outros vão receber mais que você! Fica em paz! Resolva isso logo em seu coração. Caso contrário isso vai levar você ao pensamento: “Isso não é justo!” Quem paga é quem te chamou! Quem paga é o dono da Casa. Trabalhamos para quem? Se você trabalha para o patrão, receba dele. Se você trabalha para o pastor, receba dele.

Hebreus 11:6 – De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.

Se você não resolver isso você vai parar de trabalhar na VINHA. Ao olhar para o salário do outro você vai dizer: “Isso não é Justo!” Já decidi de quem vou receber! Vou receber de quem me chamou. Vou receber das mãos de Deus.

1 Coríntios 15:10 – Mas, pela graça de Deus, sou o que sou; e a sua graça, que me foi concedida, não se tornou vã; antes, trabalhei muito mais do que todos eles; todavia, não eu, mas a graça de Deus comigo.

Paulo já tinha decidido de quem iria receber a recompensa: De Deus! Se você espera a recompensa dos homens sempre vai chegar à conclusão: Isso não é Justo!

  1. João Marcos

 – Escolha de equipes 

Atos 12:25

Barnabé e Saulo, cumprida a sua missão, voltaram de Jerusalém, levando também consigo a João, apelidado Marcos.

Atos 13:13

Outra fonte de aparente injustiça e a questão de equipes, times e discipulado. Essa questão de ser levantado líder, ser levantado discipulador, obreiros e pastores mexe com muitos. Liderança sempre envolve resolver conflitos. Sempre quando uns são levantados e outros não isso novamente levanta a questão: Isso não é Justo! Não é errado você querer crescer. O errado é você não deixar o outro crescer perto de você. Deixe Deus ser Deus!

Daniel 2:21 – é ele quem muda o tempo e as estações, remove reis e estabelece reis; ele dá sabedoria aos sábios e entendimento aos inteligentes.

Se você não lidar com isso corretamente vai fechar o coração para sua liderança, para sua igreja. Alguns chegam a desistir e pensar: “Vou cuidar da minha vida. Aqui não tem critérios Justo. Isso não é Justo!” Os discípulos de Jesus até brigaram por este motivo. Eles queriam crescer, mas não sabiam crescer sem competir.

Mateus 20:20-24 – Então, se chegou a ele a mulher de Zebedeu, com seus filhos, e, adorando-o, pediu-lhe um favor. Perguntou-lhe ele: Que queres? Ela respondeu: Manda que, no teu reino, estes meus dois filhos se assentem, um à tua direita, e o outro à tua esquerda. Mas Jesus respondeu: Não sabeis o que pedis. Podeis vós beber o cálice que eu estou para beber? Responderam-lhe: Podemos. Então, lhes disse: Bebereis o meu cálice; mas o assentar-se à minha direita e à minha esquerda não me compete concedê-lo; é, porém, para aqueles a quem está preparado por meu Pai. Ora, ouvindo isto os dez, indignaram-se contra os dois irmãos.

A questão aqui não é atividade ou serviço, nem recompensa ou pagamento e sim posição! Se você não souber esperar o seu tempo de ser levantado, ainda não está pronto para receber essa posição! Autoridade no Reino de Deus não é conquistada e sim recebida. Lá fora você conquista, luta e trabalha duro para receber, mas aqui dentro você serve sem esperar receber coisa alguma. Mas pastor eu não deveria esperar o galardão? Sim! Galardão sim, posição não. Galardão sim, autoridade não. Autoridade e recebida e não conquistada.

Lucas 10:19

Eis aí vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo, e nada, absolutamente, vos causará dano.

Não servimos porque o nosso Irmão serve também! Servimos porque fomos chamados.

Não servimos porque receberemos uma recompensa, mas servimos porque fomos amados primeiro. Não servimos para ter uma posição, mas servimos para colocar Ele, Cristo, na posição de Primazia!

Atos 15:36-40

A segunda viagem missionária. Separação entre Paulo e Barnabé

Alguns dias depois, disse Paulo a Barnabé: Voltemos, agora, para visitar os irmãos por todas as cidades nas quais anunciamos a palavra do Senhor, para ver como passam. E Barnabé queria levar também a João, chamado Marcos. Mas Paulo não achava justo levarem aquele que se afastara desde a Panfília, não os acompanhando no trabalho. Houve entre eles tal desavença, que vieram a separar-se. Então, Barnabé, levando consigo a Marcos, navegou para Chipre. Mas Paulo, tendo escolhido a Silas, partiu encomendado pelos irmãos à graça do Senhor.

Vamos resolver essas questões hoje em nosso coração caso contrário cairemos na vala: Isso não é justo! Creia no tempo de Deus para sua vida! Ele não é injusto.

Share

Recommended Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta nosso Facebook